Cuidar dos dentes desde cedo é fundamental para a saúde física e mental

É importante levar as crianças ao dentista desde muito cedo, pois quanto antes diagnosticar algum problema, mais fácil resolvê-lo de maneira eficaz. Não há uma idade pré-determinada, mas de um modo geral o tratamento deve iniciar quando começam a nascer os dentes permanentes.

Os problemas dentários em crianças podem ir além da boca. O desenvolvimento adequado da respiração, mastigação, fonação e deglutição é influenciado negativamente por estes problemas. Até mesmo as relações sociais podem ser afetadas, já que com dentes mal colocados algumas crianças podem sentir vergonha do próprio sorriso.

Nos consultórios dos dentistas, dois dos diagnósticos mais comuns são o encaixe incorreto da maxila e a mordida aberta, devido ao uso de chupeta ou ao hábito de chupar o dedo. Por isso, é importante consultar o dentista ainda na fase de bebê, para avaliar a necessidade ou não do uso desses aparatos.

A falta de espaço para os dentes caninos, o apinhamento ou a retenção de dentes (quando eles não saem de dentro da gengiva ou crescem na direção errada) também são comuns em crianças, bem como os problemas esqueléticos (por exemplo, mandíbulas direcionadas para frente ou para trás). No caso dos dentes que não “nascem”, muitas vezes é necessária uma intervenção cirúrgica. Outro inconveniente dos problemas dentários em crianças seria o desgaste nos dentes, que também pode trazer danos futuros.

Tudo isso provoca uma pressão indevida nos músculos da face e, em casos mais graves, causar desconforto e dores. Aparelhos ortodônticos e cirurgias podem prevenir estas consequências desagradáveis e resolver os problemas.


  • Grey Facebook Icon
  • Instagram Facial Clin

© 2018 Facial Clin l Odontologia Avançada