Paralisia cerebral


Pacientes com paralisia cerebral devem ter atenção especial nas consultas odontológicas. Quem sofre com o problema tem dificuldade na coordenação motora, resultando em grande acúmulo de biofilme, lesões de cárie e doenças periodontais. Os traumas dentários, relacionados às quedas, também são muito frequentes, bem como dificuldade de movimentar a língua, na sucção, deglutição e mastigação, além de cuspir e bochechar. Problemas com a mordida também podem ocorrer nesses pacientes.

Por isso, algumas ações que parecem óbvias ou mesmo simples são essenciais para essas pessoas na hora da consulta odontológica, como posicioná-las o mais confortavelmente possível na cadeira odontológica - até com almofadas ou outros recursos que as deixem mais relaxadas e estabilizadas, e também para mantê-las mais sentadas do que deitadas - para facilitar a deglutição, é uma das recomendações. A utilização de abridores de boca, para facilitar o acesso e a visualização de todos os dentes de uma forma mais confortável para o paciente, assim como evitar movimentos bruscos também são boas dicas para que a consulta seja o mais eficiente possível. Consultórios adaptados, com rampas ou elevadores, corrimões e banheiros especiais, também entram na lista de boas condutas para o atendimento de pacientes com paralisias cerebrais.

  • Grey Facebook Icon
  • Instagram Facial Clin

© 2018 Facial Clin l Odontologia Avançada