Sedação consciente é segura e torna o tratamento mais confortável

A sedação consciente (ou analgesia inalatória), feita com inalação de oxigênio e óxido nitroso, vem sendo muito utilizada nos consultórios odontológicos nos últimos anos, e se tornou uma boa opção para aquelas pessoas que têm medo de dentista (a chamada odontofobia).

Tem efeitos ansiolíticos (calmantes), de relaxante muscular e faz uma leve analgesia, ou seja, reduz a sensação de dor da anestesia e do trans operatório. Sendo assim, este tipo de sedação torna o tratamento dentário mais confortável e tranquilo, e a recuperação do paciente ainda mais rápida.

A sedação consciente pode ser utilizada para qualquer tratamento odontológico, geralmente dura de 30 minutos a duas horas e meia (dependendo da necessidade). Até mesmo crianças com idade superior a três anos podem ser submetidas a este tipo de sedação. O tratamento é contraindicado apenas em pacientes que não respiram bem pelo nariz, uma vez que o gás é inalado pelas vias aéreas.

É um procedimento seguro e eficaz, no entanto, não substitui a anestesia convencional. O paciente sente um leve formigamento nas mãos e pés, diminuição dos reflexos motores e sensação de flutuação. A sedação pode causar, ainda, sonolência, mas o paciente não perde a consciência, podendo responder a todos os estímulos físicos durante o procedimento.

Além de ser indicada para aquelas pessoas temerosas, também pode ser administrada em indivíduos com alterações sistêmicas como diabetes, cardiopatias, asma, epilepsia, parkinson, AVC, transplantados, pessoas com problemas renais e hepáticos etc.

A sedação consciente é utilizada no Brasil desde a década de 50, quando a Associação Americana de Odontologia padronizou os procedimentos, tornando-os seguros.


  • Grey Facebook Icon
  • Instagram Facial Clin

© 2018 Facial Clin l Odontologia Avançada